domingo, 1 de julho de 2012

QUEM FOI OSHO? SEGUNDA PARTE - Who was Osho? Second Part

Quem foi Osho? Segunda Parte. Who was Osho? Second Part- http://alsibar.blogstpot.com
     

( Segunda parte do texto do Christopher Calder - ex- discípulo do Osho- sobre o fenômeno da Iluminação em que comenta também sobre alguns episódios da vida e da  complexa personalidade do polêmico guru indiano)
    Iluminação não é algo que você possui; é algo que você canaliza
Você pode usar qualquer termo para definir o fenômeno da iluminação mas, em termos científicos, é correto dizer que nenhum ser humano tem poder em si mesmo. Até mesmo a energia química do nosso metabolismo é emprestado do sol, que irradia luz para a terra, que então é convertida pelas plantas, através da fotossíntese, no alimento que comemos. Você até  compra seu pão no supermercado, mas a energia calórica que ele contém originou-se de reações termonucleares no centro profundo de uma estrela próxima. Nossos corpos físicos operam com poder estelar. Qualquer energia “espiritual” que nós canalizamos também vem de muito longe, de todos os cantos do Universo, da absoluta TES ( Tempo-Energia- Espaço),  além dos oceanos e galáxias, e do infinito. Nenhum ser humano possui o Átman e ninguém pode falar pela TES.
O Vazio não tem ambições ou personalidade de qualquer espécie, assim Rajneesh pôde falar apenas por sua própria mente animal. A mente animal pode querer discípulos para “ controlar o mundo todo”, mas o vazio não se importa- pois ele está além de qualquer motivação. O fenômeno que chamamos Rajneesh, Bhagwan e Osho, foi apenas uma lente temporária da energia cósmica, não a totalidade  cósmica propriamente dita.
Rajneesh e o famoso místico Greco-armênio George Gurdjieff, com frequência usavam o poder do átman para angariar óbvios ganhos pessoais. Ambos usavam sua consciência cósmica para dominar e seduzir mulheres. Gurdjieff tinha vergonha deste comportamento e prometeu muitas vezes, ao longo de sua vida, parar com esta prática, que era uma combinação de desejo masculino comum, potencializado pela poderosa vantagem do poder oceânico supra-mental. Rajneesh foi muito além e usou o poder, canalizado da energia cósmica, para manipular as massas, ganhar um tipo de status quase-político e engrandecer a si mesmo - muito mais do que era honesto ou útil para seus discípulos. No Oregon, Rajneesh declarou para a mídia: “ Minha religião é a única religião”. Diplomacia e modéstia não eram seus pontos fortes.
George Gurdjieff
Até onde eu saiba, George Gurdjieff nunca chegou aos extremos da auto-indulgência de Rajneesh, e ele até avisava aos seus discípulos para não ter fé cega nele. Gurdjieff queria que seus discípulos fossem livres e independentes, combinando as habilidades de raciocínio mental claro e consciência cósmica. Rajneesh, ao contrário, parecia acreditar que apenas seus pensamentos e ideias tinham valor, uma vez que, apenas ele era “iluminado”. Isso foi um grande erro de julgamento e revelou uma falha essencial em seu caráter. Infelizmente, quando Rajneesh alcançou a habilidade de canalizar completamente o poder do Àtman, ele falhou em aplicar a sabedoria necessária para o auto-domínio. Assim, sua mente humana se rebelou tanto contra o ascetismo asiático que ele falhou em assegurar que seu poder- emprestado- fosse usado apenas para o bem dos outros. Rajneesh era guiado por fortes ambições pessoais, não apenas pela compaixão.
__________________________
 “ O poder é o maior dos afrodisíacos”- Henry Kissinger
________________________
Rajneesh deixou a Índia em 1981, em parte para escapar do pagamento de quatro milhões de dólares em imposto de renda que devia ao governo indiano. Assim que ele desembarcou do jato 747 e deu seu primeiro passo nos Estados Unidos, Rajneesh declarou “ Eu sou o Messias que a América estava esperando”. [ Milne, Bhagwan: The God That Failed]. Após uma breve estadia na recém adquirida casa em estilo medieval em Montclair, Nova Jersey, Rajneesh comprou  o rancho Big Muddy com 64.000 acres perto da pequena cidade de Antelope, no leste do Oregon, por seis milhões de dólares.
Rajneesh criou sua comuna no deserto do Oregon de sua própria mente poderosa e nomeou-a “Rajneeshpuram”. Ele estabeleceu-se como seu maior ditador, suas fotos estavam em todos os lugares como um pesadelo Orwelliano. J. Krishnamurti chamou Rajneesh de criminoso e o Rajneeshpuram “ um campo de concentração sob a ditadura de um iluminado”. Poonjaji, o mais famoso discípulo de Ramana, referiu-se a Rajneesh como “ um porco” por exaltar a si mesmo, diante dos olhos dos seus discípulos, em proporções desonestas. A  posição de Poonjaji era que até os iluminados permanecem seres humanos, sem ser santos ou superheróis. E que todos nós compartilhamos a mesma identidade cósmica não importando nossa posição ou classe social.
U. G. Krishnamurti
    U. G. Krishnamurti, um famoso rebelde anti-guru, foi mais crítico ainda com Rajneesh ( ver foto de U.G). Durante meados dos anos 70, Rajneesh deixou de enfatizar seus próprios métodos de meditação e começou a vender terapias de grupo ao estilo ocidental como forma de ganhar dinheiro. Era difícil fazer dinheiro com as técnicas autênticas de meditação pois todas elas eram fáceis de aprender e poderiam ser feitas sozinho, sem a ajuda de um professor. Um dos grupos que Rajneesh vendeu aos estudantes foi o “Tantra” , que  consistia basicamente em discípulos femininos e masculinos fazendo sexo uns com os outros. U. G. Krishnamurti chamou Rajneesh publicamente de “ o maior cafetão do mundo” porque “ Ele ganhava dinheiro usando garotos e garotas e ficava com ele para si mesmo”. Em 1971 Rajneesh me disse diretamente, em uma reunião face a face, que U.G. Krishnamurti era “realizado”. Depois das várias críticas públicas de U.G., Rajneesh contra-atacou chamando U.G. de um “guru impostor”.
Guerra de gurus à parte, a atmosfera totalitária do Rajneeshpuram foi a principal razão de eu não ter  me estabelecido na comuna –não mais que duas breves visitas. Eu estava interessado em meditação, não em um grande campo prisional onde os seres humanos eram tratados como insetos, sem inteligência própria. Rajneesh enfatizou tanto que seus discípulos obedecessem as ordens sem questioná-las que eles fizeram exatamente isso quando Ma Anand Sheela, a secretária pessoal de Rajneesh, deu ordens absurdas para que cometessem crimes que o próprio Rajneesh ( creio) nunca as teria aprovado.
Quando você destrói a inteligência dos seres humanos, você cria uma situação que é altamente perigosa e destrutiva para o espírito humano. Você não pode salvar as pessoas de seus egos, exigindo deles “ entrega total”. A atitude antidemocrática de forçar uma obediência cega não funcionou bem para Hitler, Stalin ou para Bhagwan Shree Rajneesh. A Alemanha, Rússia e a comuna do Rajneesh em Óregon foram totalmente destruídas pelo governo imperial totalitário. A diversidade de opiniões é sempre saudável porque ela serve para contrabalancear a arrogância míope daqueles que querem ser reis. Rajneesh nunca entendeu essa verdade histórica e refería-se a democracia com desprezo chamando-a de “bobocracia”. Rajneesh era um aristocrata imperialista, não um generoso e liberal democrata, e ele transformou seu desprezo pelo processo democrático em uma ação  bastante explícita  no Óregon.    
Numa tentativa de subverter as eleições locais no Condado de Wasco, Rajneesh trouxe no ônibus que levava os discípulos quase 2000 moradores de rua das maiores cidades americanas, um esforço desonesto para manipular o processo de votação à seu favor. Alguns dos novos eleitores eram doentes mentais, deram-lhes cerveja misturada com drogas para mantê-los manipuláveis. Alegações confiáveis foram feitas de que um ou outro morador de rua morrera devido a uma overdose da mistura de droga e cerveja e que seus corpos foram enterrados no deserto. Até onde eu saiba,  esta acusação, não teve uma prova conclusiva. O esquema de fraude da eleição montado por Rajneesh falhou, e os pobres e deficientes mentais foram devolvidos para as ruas após o término das eleições- foram usados e depois abandonados.    
Rajneesh usava as pessoas, falava pelos cotovelos  e traiu a confiança de seus próprios discípulos. Esta traição levou Vivek,  sua namorada e amiga de longo tempo, a cometer suicídio por overdose de comprimidos para dormir. Rajneesh chegou a mentir sobre sua morte, caluniando seu grande amor em sua tumba, quando falsamente afirmou que ela estava cronicamente deprimida devido a alguma instabilidade emocional intrínseca. Vivek nunca foi deprimida.  Eu a conhecia durante muitos anos.  Ela foi a mulher mais radiante que eu já vi na vida .
Vivek era uma entusiástica estudante de meditação, mas seu único método de meditação foi estar com Rajneesh e absorver sua tremenda energia. Quando seu único verdadeiro amor sucumbiu à insanidade,  o próprio viver  tornou-se dolorosamente insuportável. Rajneesh levou-a ao suicídio porque ela não conseguia entender, nem tolerar seu colápso e declínio mental. Rajneesh mentiu sobre sua morte para evitar assumir a responsabilidade por seu próprio comportamento bizarro - a verdadeira causa do desespero de Vivek.
O jovem Acharya Rajneesh começou sua vida como um professor que condenava falso gurus, e terminou sua vida como um dos maiores charlatães que o mundo já conheceu. É difícil compreender o fato de que ele era um iluminado quando ainda era um anti-guru puritano, e que  continuou iluminado mesmo quando se tornou  o supremo guru da corrupção e auto-indulgência . Rajneesh destruiu seu próprio ensinamento porque ele descartou a Verdade em favor do que ele chamava de “ mentiras úteis”. Uma vez que você envereda pelo caminho errado, fora da verdade pura e simples, você perdeu seu caminho. Nenhum ser humano pode negligenciar os fatos com tanta regularidade sem se lançar em um mar de confusão. Porque quando você ignora os fatos, você despreza o próprio chão no qual você pisa. Pequenas mentiras tornam-se grandes mentiras, e a verdade  que você esconde agora , torna-se seu inimigo, não seu aliado e amigo.
     Rajneesh superestimou a si mesmo e subestimou seus próprios discípulos. Os buscadores sinceros ao redor dele poderiam ter facilmente recebido a verdade  e já estavam motivados sem a necessidade de propaganda. Rajneesh tornou-se um guru famoso por tanto tempo que ele passou a ver a si mesmo de forma grandiosa. Ele foi, realmente, uma figura histórica, mas ele não era o ser humano perfeito que fingia ser. Ninguém é! Seus discípulos mereciam honestidade, mas ele os alimentou com contos de fadas “ para fortalecer-lhes a fé”.
Jiddu Krishnamurti
Jiddu Krishnamurti foi mais honesto do que Rajneesh. Pois repetia incessantemente que devido à natureza intrínseca do universo, “ não existe autoridade”. Ardorosos discípulos de Rajneesh não prestaram atenção aos avisos de Krishnamurti e depositaram uma fé cega em um homem que afirmava ser o sabe-tudo, ter todas as respostas e que irrefletidamente afirmou em 1975  nunca ter cometido um único erro em toda sua vida. É claro que Rajneesh cometeu tantos erros como qualquer outro ser humano. Mas, fica óbvio que sua iluminação existencial básica não era garantia de uma sabedoria funcional e pragmática .
Rajneesh foi um filósofo brilhante, mas ele  tornava-se um bebê perdido na floresta quando penetrava no mundo da ciência. Preocupado com a superpopulação mundial, Rajneesh pressionava seus discípulos para se submeterem ao procedimento de esterilização  reprodutiva. Infelizmente, ele pouco sabia sobre o crescimento demográfico da população. A atual expansão populacional é, em grande parte, um fenômeno da população pobre das nações do Terceiro Mundo. Não sendo, originalmente, um problema dos Estados Unidos, Canadá e Europa, onde as taxas de natalidade estão, na verdade, decaindo. A América do Norte e Europa estão experimentando um crescimento populacional apenas devido à imigração legal e ilegal proveniente das nações do Terceiro Mundo. Fazer seus discípulos ocidentais cortarem cirurgicamente suas capacidades reprodutivas apenas aumenta o desequilíbrio. Muitos antigos discípulos agora se arrependem de terem atendido suas inconsequentes ordens  sem questionamentos.

Desencorajar os seguidores a compor famílias é um artifício comum dos gurus para prevenir que seus discípulos gastem dinheiro com filhos ao invés de disponibilizarem seu dinheiro em prol do próprio guru. Discípulos sem filhos são mais subservientes e trabalham melhor. Além disso, a esterilização sexual se encaixa nos planos de negócio de Rajneesh e seu desejo de criar um exército de seguidores que sentiam que “ apenas a relação com o guru era o que importava”. Rajneesh era filho de um ambicioso negociante Jainista e ele era muito mais parecido com seu pai do que imaginava. A iluminação de Rajneesh era revestida por uma mente sintonizada com  os negócios e o  ganhar dinheiro.
Em 1980, Rajneesh declarou que a epidemia da Aids iria matar rapidamente três quartos da população mundial e que a maior guerra nuclear estava muito próxima. Ele achava que poderia escapar do holocausto nuclear construindo abrigos subterrâneos; e reduzir a velocidade da expansão da Aids fazendo seus discípulos lavar as mãos com alcool antes das refeições. Suas orientações mais sensatas foram para que seus seguidores usassem sempre preservativos. Para reforçar suas regras sexuais, que também envolvia elaboradas instruções sobre o uso de luvas de borracha durante as relações sexuais, Rajneesh encorajava seus discípulos a espionarem uns aos outros, e que reportassem os nomes daqueles que não estavam obedecendo suas ordens.
    O desastre de Rajneesh de apontar a si mesmo como sendo o único grande cérebro do universo foi agravado pela  falta de aptidão de raciocinar de acordo com o mundo real. E isto era visível mesmo antes dele  ter começado a inalar óxido nitroso e tomar altas doses de Válium ( Diazepan) . Rajneesh não entendia de método científico. Se ele achava que algo era verdadeiro, em sua própria mente tornava-se verdadeiro. Rajneesh podia criar magníficos sonhos filosóficos e viciou seus discípulos em imaginários mundos de aventuras espirituais, mas estes sonhos não conseguiriam sustentar-se se submetidos a qualquer teste da realidade empírica. No mundo da ciência, você tem que provar o que você diz através de testes. No mundo da filosofia e religião, você pode falar o que quiser e jogar a prudência no lixo. Se suas palavras soam boas para as massas, elas irão vendê-las quer  sejam fatos ou ficção.
Rajneesh governava seu império deserto como um senhor da Guerra com seu próprio exército privado e governo fantoche. Suas visões e ideias, falíveis ou não, eram aceitas sem questionamentos como sendo a palavra de Deus. Seus discípulos eram julgados pela capacidade de se render à sua vontade, e qualquer visão contrária eram tachadas como  falta de fé e espiritualidade. Como as condições no rancho  tornaram-se progressivamente desagradáveis, um número de discípulos  começou a fugir escondidos na carroceria de caminhões. Sua busca por liberdade aborreceu Rajneesh, que ordenou que os “desiludidos” deveriam pedir sua permissão para partirem. Rajneesh, então, ameaçou dramaticamente suicidar-se,  caso outros escapassem por meios furtivos.    
O raciocínio deficitário de Rajneesh tornou-se mais visível ainda durante e depois do escândalo da comunidade do Óregon. Depois de ter sido preso e deportado dos Estados Unidos, Rajneesh furiosamente declarou ser a América um “ país desgraçado” e chamou os Americanos de “subhumanos”, ignorando o fato de que foi ele, um indiano, quem assumiu a culpa por crime de imigração fraudulenta e que foi Sheela, uma indiana, quem ordenou os mais sérios crimes que levaram seu império à ruína. Mesmo aos cinquenta anos, Rajneesh ainda mentia à sua maneira e ainda exigia ser o centro da atenção. Em 1988,  já doente e sofrendo de demência induzida pela drogas, Rajneesh afirmou publicamente que sua caixa de brinquedos, sua coleção de carros caríssimos e seus relógios incrustrados de jóias, tinham sido levados dele. 
Os discípulos de Rajneesh achavam que eles estavam seguindo um legítimo “ mestre iluminado”. Na realidade, eles tinham sido enganados por um animal humano altamente falível que ainda era um adolescente em seu coração. Rajneesh havia prejudicado não apenas a si mesmo pessoalmente, mas ele deturpou o próprio fenômeno da iluminação. A fantasia idealizada do iluminado perfeito não existe em nenhum lugar do mundo real, e nunca existiu. O universo é tão grandioso e complexo que ninguém pode ser seu “mestre”. Nós todos somos sujeitos, não mestres, e aqueles que fingem ser infalíveis e “sabe-tudo” acabam parecendo mais tolos, pois a história inevitavelmente prova que eles estavam errados.
_________________________________________
“ A Natureza não usa nada como modelo. Ela está preocupada apenas em aperfeiçoar as espécies. Ela está tentando criar espécies perfeita, não seres perfeitos”- U. G. Krishnamurti.
_________________________________________
Os sábios famosos da antiguidade parecem perfeitos para nós porque eles tornaram-se maiores do que mitos vivos. O longo tempo que  passou permitiu que seus seguidores cobrissem os defeitos dos seus gurus. Exatamente como fazem os discípulos de Rajneesh que estão censurando a história para encobertar  os grandes defeitos do seu mestre. Rajneesh nunca foi mais infalível do que qualquer outro ser humano. Infelizmente, a consciência cósmica não produz automaticamente maior inteligência, sabedoria e honestidade .
Rajneesh morreu viciado em Válium ( Diazepan) e experimentou todos os sintomas negativos do vício das drogas, que incluem fala arrastada, paranóia, pobre capacidade de julgar, e uma dramática baixa inteligência. Em determinado ponto, sua paranóia e confusão eram tão grandes que ele achou que um grupo de alemães cultistas tinham jogado um encanto maligno nele. Sua deficiências físicas e o abuso de drogas eram simplesmente mais fortes do que um cérebro mortal poderia suportar. Sua grande falha, seu desprezo pelo conceito comum de verdade , foi sua principal derrota, e por este crime ele deve ser considerado totalmente responsável.
___________________________________
“ Nunca dê uma boa oportunidade a um trouxa”- W. C. Fields
___________________________________
( Continua…)
( Traduzido por Alsibar -  http://alsibar.blogspot.com  )
   Leia a primeira parte em:

11 comentários:

  1. Bah! Quanta mentira, fico pensando, isso acontece com todos os iluminados... Osho deu dignidade as pessoas, teve coragem de falar sobre assuntos relevantes que nos ajudam a nos entender e nos aceitarmos como somos. Por que tanto trabalho para denegrilo? E ainda ele teve a compaixão de nos deixar várias técnicas de meditação e livros para elevarmos a nossa consciência, nos ajudando a compreender e a enfrentar situações do nosso dia a dia. Que trabalho maravilhoso o Mestre Osho nos deixou...Que livro maravilhosos que te transformam rapidamente, abrevia anos de terapia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...mentes ignorantes e inferiores, tentam sempre criticar negativamente seres superiores! Osho foi simplesmente unico e original, com uma mensagem profundamente abrangente e de verdade...

      Excluir
  2. Eu li todos estes textos, e há uma contradição evidente neste "discipulo" do osho. primeiro ele dizia que sentia uma imensa energia cósmica perto do osho, e depois disse que ele era um charlatão. se decida, meu filho!

    ResponderExcluir
  3. Caro Alsibar, porque o senhor escreve de forma tão negativa? Acha que vale a pena gastar energia desta forma de percepção dos fatos?

    Se o Osho deixou ensinamentos positivos, porque o senhor não concentra no positivo, e ignora o negativo?

    O nível de consciência do Osho está bem superior ao artigo aqui descrito. assim fica difícil dar credibilidade ao que foi descrito.

    Talvez hoje o senhor não entenda, mas amanhã poderá entender, não acha melhor então escrever amanhã? Creio que a sua velocidade de evolução não acompanha algumas pessoas, recomendo não vulgar pelos fatos.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Daniel, se não julgarmos pelos fatos- pelo que iremos julgar?

      Excluir
    2. Não devemos Julgar ninguém Senhor, o universo faz esse papel automaticamente, eu fiz mestrado em física. Terceira lei de Newton para toda ação existe uma reação. Esse processo é automático, aceite você ou não.

      Um ser de consciência elevada, não perde teu tempo com julgamento, julgar e aquela falsa sensação do EGO, de fazer justiça de desmascarar alguém, é uma ilusão tão grande, igual tua resposta de auto justificar.

      Excluir
  4. Caro Daniel,

    Você precisou fazer Mestrado em física pra aprender algo tão básico? Aprendi ainda no Ensino Fundamental.
    E concordo com você : não devemos julgar, então deixemos que os fatos falem por si mesmos, não é? Contra fatos não ha argumentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Senhor,

      Você aprendeu no ensino básico, mas até hoje não conseguiu compreender porque você não aplica em seu blog nem no teu facebook. Portando de nada adiantou. Recomendo a voltar ao ensino médio.

      Com certeza aprendi diversas coisas no meu mestrado em física, mas o melhor que eu aprendi e consigo aplicar na pratica.

      Não vou ficar postando assuntos de física complexos, com uma pessoal de nível de consistência tão inferior, jamais serei compreendido. Basta ver tua resposta que verá qual é o teu verdadeiro nível de consciência. Para você me entender eu tive que reduzir a teu nível para ter um dialogo.

      Você está preso dentro de uma realidade fictícia, que qualquer ser de consciência limitada está, basta acessar teu facebook a qual está com o link no blog, divulga problemas da sociedade do governo que fizeram você acreditar que são reais. Eu sou brasileiro, e não vivencio nenhum dos problema a quais o senhor prolifera na internet, porque a realidade que eu vivo não é compartilhada a realidade a qual o senhor vive.

      Você coloca o slogan "Em prol de uma nova consciência" e vive dentro da matrix, cheio de paradigmas, crenças, ilusões, ego, e uma grande ignorância.

      Vejo que evolução o senhor não teve nenhuma, caso contrario não estaria divulgando para a WEB problemas "criados e manipulados pela sociedade" porque na verdade nada disse é real, que dizer na tua realidade individual é real, te venderam uma ideia e como você não é Co-Criador do teu próprio Universo, o senhor comprou a ideia.

      Quando mais o senhor divulga os problemas, as revoltas e a violência, mas isso é difundido no mundo, mais pessoas compram essas ideia, incluindo você que já comprou. Isso é evolução?

      É obvio que não entendeu nada o que eu disse. Isso eu já esperava.

      Excluir
  5. Caro Daniel Tomaz,

    Realmente, sua "consciência superior" é proporcional ao seu EGO- dá pra ver por suas palavras de auto-engrandecimento. Pelo visto, quem não entendeu nada foi você.
    Imagino que você tenha uma métrica de medição do nível de evolução da consciência: parabéns, merece um prêmio nobel. Consegue, inclusive medir a consciência de quem nem conhece. Incrivel.

    Estou preso numa " realidade fictícia"? Sério? Pooooooxa. Isso é muito novo pra mim- nem Matrix sabia disso. Cara tu é demais!

    Pois é, não te ensinaram a " dar a César o que é de César". Não te ensinaram a viver no mundo, sem fazer parte dele. Nem mesmo o significado do wu-wei? Então estuda mais um pouco.

    Pois é né? Um mundo de sonhos? Verdade- mas nesse mundo de sonhos estou inserido em um contexto, meu corpo precisa de alimentos,moradia, segurança e saúde. Meu corpo "nasceu" em um contexto social, cultural e político. Preciso pagar minhas contas e impostos- do contrário-este corpo de sonhos sofrerá no sonho. Por isso, prefiro ter um sonho com menos problemas. Prefiro sonhar vivendo numa boa com minhas obrigações, a viver numa prisão por não pagar meus impostos por exemplo. Você escolhe o seu sonho. Eu escolhi viver bem nesse a que chamo de vida.

    Bom, realmente foi muuuuuuuuuuuuuuuito complexo o que você disse. Não tenho capacidade nenhuma de entender algo tãaaaaaaaaaaao complexo.

    Por exemplo, não entendi que nesse mundo de sonhos sou um cidadão brasileiro- por mais que não queira- e que tenho minhas obrigações cívicas de sonho. E que , nesse sonho, sou um cidadão político- por mais que não queira.

    Realmente, você está certo: não sei de nada. Você é o "sabe-tudo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da para medir a consciência da pessoa, pelos textos que ela escreve, pela mensagem que ele coloca no mundo, no teu caso é negativa e clara.

      Eu não sei de tudo, não é atoa que irei fazer Doutorado em Filosofia da Física Quântica pela UFMG, estou aberto para aprender novos conceitos. Tenho apenas 31 anos, sou consultor e professor universitário em curso de tecnologia.

      Eu posso lhe dar certeza que teu conceito de sociedade é completamente errado, eu como físico tenho total noção que o universo(realidade) é 100% individual, cada um cria o teu contexto e juntando o contexto de todos se cria o universo. Por isso cada pessoa tem uma campo de visão diferente da outra no mesmo contexto.

      Teu plano de governo e sociedade é totalmente manipulado por terceiros, e você compra a ideia sem questionar os fatos(não tem consciência para enxergar fora dos fatos).

      Matrix é igual o filme, uma realidade manipulada, que vende uma ideia a a população compra essa ideia como verdade absoluta. Vai ficar reclamando de desemprego, do governo, reclamar que não tem dinheiro, não tem oportunidade na vida e etc. Enquanto isso quem vive fora desta realidade, está recebendo diversas oportunidades na vida, ficando cada vez mais prospero e rico, afinal o universo é uma abundancia infinita de coisas lindas, ricas, nada falta, tudo é infinito as olhos de quem queira ver. Basta você escolher a qual realidade queira viver. Não existe falta de recursos, mas você acredita que falta por isso divulga isso na WEB.

      Você ter qualquer tipo de visão e opinião é valido, mas alterar as leis da física é complicado nem se você migrar para outro planeta vai dar certo.

      A forma do universo, se resume em amor e alegria, só esses campos vibracionais que expandem, os demais criam anti matéria, gera a destruição. Falar de crise, de falta de recurso, irá só aumentar essa falta de recursos.

      Volto a dizer que eu não sei de tudo, por isso que cheguei até esse blog para adquirir conhecimento, mas sem dúvida não voltarei a visitar porque simplesmente está fora da sintonia do universo que só se expande e evoluir através do amor e alegria, somente a energia positiva poderá criar algo novo no universo, no caminho do BLOG irá ir a destruição, nem retorno financeiro conseguirá, afinal o dinheiro gosta de abundancia, não gosta da falta de recursos.

      O teu cinismo nas mensagem só demonstra teu nível de aprisionamento do mundo, você não é livre, se minha opinião reflete o teu cinismo, você está preso a opinião dos outros, por isso você fica lutando para saber da verdade ou da mentira, um ser evoluído já fica totalmente desprendido destas coisas, não importa o que é a verdade e o que não é, afinal o que é verdade hoje poderá não ser amanha.

      Excluir
    2. Ok, siga seu caminho em paz!

      _/\_

      Excluir